sexta, 25 de setembro de 2020.
  • Fale com o Sivana:

    (43) 3033-2244
    sindiapucarana@gmail.com

Acia, Sivana e Câmara da Mulher aderem à campanha Sinal Vermelho

Objetivo é ampliar os mecanismos de combate à violência doméstica e familiar

14/07/2020 19:07:25

Acia, Sivana e Câmara da Mulher aderem à campanha Sinal Vermelho

A campanha “Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica”, uma iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ganhou a adesão nesta terça-feira, dia 14 de julho, da Associação Comercial, Industrial e de Serviços (Acia), do Sindicato do Comércio Varejista (Sivana) e Câmara da Mulher (Cmeg), juntas as instituições vão trabalhar para divulgar e conscientizar sobre os direitos das mulheres, em especial das trabalhadoras do comércio.

A secretária da Mulher de Apucarana, Denise Canesin, explica que a campanha, realizada em parceria com farmácias, será mais um instrumento de combate à violência doméstica e familiar. A ideia da campanha é que mulheres, vítimas de violência, ao entrar numa unidade participante, faça um X vermelho na mão e mostre para um atendente ou farmacêutico. “Ao ver o sinal, os profissionais irão entrar em contato com a polícia para ajudar na situação”, diz Denise.

O major Vilson Laurentino da Silva, do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM), de Apucarana, ressalta que houve um aumento de 78% nos casos de violência contra a Mulher durante a pandemia. “Esta é uma campanha importante para ajudar a combater este mal. Vamos trabalhar com o comércio, mais específico com as farmácias, orientando a ligar para o 190 e avisar sobre casos que lá forem denunciados”, frisa o major.

A delegada da Mulher de Apucarana, Sandra Nepomuceno, reforça que as farmácias que aderirem a campanha não terão obrigação de servir como testemunhas após a denúncia, sendo isentas de acompanhar os tramites processuais.

O presidente da ACIA, Jayme Leonel, afirma que a entidade irá ajudar na divulgação desta campanha nacional. “Iremos falar com as farmácias associadas para aderirem a esta campanha tão importante pela vida”, destaca Leonel.

A presidente do Sivana, Aída Assunção, por sua vez, observa que as drogarias e farmácias parceiras terão acesso a cartilha e tutorial para capacitação dos funcionários, que estarão aptos para acolher a vítima e se tornar um meio para o registro da denúncia. “A mulher que sofre violência tem medo e dificuldade de denunciar. O ambiente das farmácias pode ajudar a dar a elas uma sensação de segurança. Agradecemos as farmácias que estiveram presentes e já estão preparadas para fazer este atendimento: Rede de Farmácias Marx Farma, Droga Raia, Farmácias Vale Verde, Farmácias Nissei”, finaliza Aída.

Com informações da Acia

 

Comentários

Parceiros

  • Rua Osvaldo Cruz, 510
    14º andar - Sl 1404
    centro | Apucarana - PR
  • (43) 3033-2244
  • sindiapucarana@gmail.com
  • CADASTRE-SE

    Receba nosso boletim informativo por e-mail

  • SIGA-NOS:
  •  
  • by GM Criações